Carta aberta a Cristina Fernández de Kirchner

Tradução do Eduardo Vasco, Diário Liberdade No dia em que você esteve em Arsenal, enquanto falava às multidões, eu dirigia pelas ruas de Chicago, estava no trabalho e minha empregadora havia me enviado para fazer as compras, liguei o fone de ouvido no celular e escutei pelo Facebook sua reivindicação política; tive que estacionar de emergência quando você se apresentou ao jovem boliviano que trabalhava no corte de verduras; chorei como uma criança, senti que com isso você prestigiava todos os jornaleiros de todos os tempos. Em seu olher de imigrante se refletia os anseios de milhares, também os meus.…

Continuar leyendo…

Reestruturação da Operação Condor

Tradução do Diálogos do Sul   Não importa quem seja o presidente de turno, o sistema capitalista é o mesmo. A cada mudança de administração são realizados reajustes, provocados mais pelo ego de cada presidente, porém a Operação Condor é a mesmas, não se move de lugar, está instalada de forma permanente. O que ocorre são reajustes de acordo ao tabuleiro político do neoliberalismo e do progressismo na região.

Continuar leyendo…

Resistir, resistir, resistir

Tradução do Diálogos do Sul  Teria sido tão fácil para a Cristina no dia seguinte ao fim do seu mandato agarrar suas coisas e viajar para o exterior; já havia cumprido o que lhe correspondia como chefe de governo. A mesma coisa podia ter feito Dilma quando lhe deram o golpe de Estado, o que era mais fácil: ir embora sem olhar para trás. Mas ficaram e não para estar de braços cruzados, a mesma coisa que fez Lula, que não parou nem um dia.  Exemplos claros de convicção e da responsabilidade histórica como seres políticos em um tempo em que…

Continuar leyendo…

Liquidar a Venezuela porque, morto o cão, a raiva acaba

Tradução do Eduardo Vasco,  Diário Liberdade Falta muito pouco para que os EUA e seus cãezinhos invadam a Venezuela. Os primeiros a abrir espaço terrestre, marítimo e aéreo serão Brasil, Colômbia e Argentina, seus governantes já estão adestradamente bem comportados. Alguém acreditou no conto de “paz” de Juan Manuel Santos? Irão com seus tanques oxidados lançar bazucas contra seus irmãos: de sangue, de leite, de coração e de pátria. A guerra midiática é descomunal, uma quantidade de informação desvirtuada que tem sido criada para proteger a manipulação dos indiferentes. Porque na vida se fede ou se cheira, não pode existir…

Continuar leyendo…

Os indocumentados na administração Trump

Tradução do Diálogos do Sul  Qualquer forma de lucrar a custas do suor dos imigrante indocumentados é uma pechincha. É um negócio rentável como o de tráfico de pessoas para exploração sexual, trabalho escravo ou tráfico de órgãos. Por isso são os que mais sofrem, são os párias. Quem os defende? É uma ingratidão o que fazem os meios de comunicação ao aterrorizar os indocumentados agora que Trump está presidente de Estados Unidos. Já de per se os migrantes vivem uma paranóia, com um medo instalado irreversível, vivem com a angústia de uma deportação ou que regressem ao inferno de onde…

Continuar leyendo…

Resistir, resistir, resistir

Tradução do Eduardo Vasco,  Diário Liberdade Teria sido tão fácil se Cristina, no dia seguinte do término de seu mandato presidencial na Argentina, pegasse suas coisas e fosse para o exterior, com o cumprimento total do que lhe correspondia como chefe de governo. Se o mesmo ocorresse com Dilma quando lhe deram o golpe de Estado, fazer o mais fácil: ir embora e não voltar atrás. Mas ficaram e não para ficar de braços cruzados, o mesmo para Lula, que não parou um dia sequer. Exemplos claros de convicção e da responsabilidade histórica como seres políticos em um tempo no…

Continuar leyendo…

O norte, a emigração iminente

Tradução do Eduardo Vasco,  Diário Liberdade O norte nem sempre são os Estados Unidos, o norte, para os migrantes e desabrigados, é um lugar distante ao qual vão em busca da utopia. Obrigados pelas circunstâncias, essas circunstâncias têm responsáveis: um Estado inoperante, um sistema avassalador por tradução e uma sociedade desumana e insensível. Emigram forçadamente do povoado para a capital ou para outro país e isso muda suas vidas, desde que põem um pé fora de seus ninhos, nunca mais a partir deste instante voltarão a ser os mesmos. Algo se quebra, algo tão valioso e íntimo que é impossível…

Continuar leyendo…

A família tradicional como imposição

Tradução do  Revista Diálogos do Sul Desde o princípio dos dias, o sistema patriarcal nos impôs até a forma como devemos andar ou sentar, tudo a respeito do papel de gênero e sem falar de comportamentos, que vêm por categorias dependendo dos estereótipos e preconceitos; que vêm por padrões de criação ou que nós, até mesmo antes de aprender a falar optamos por patenteá-los como próprios ou convenientes. Não há nada mais imposto nesta vida e que nos faça mais mal como sociedade que o padrão patriarcal que é machista e misógino. Mãe em potencial, dizem as saudações do Dia…

Continuar leyendo…

Mães por causa de um estupro

Tradução do Eduardo Vasco,  Diário Liberdade A esta hora em qualquer esquina, bar, canto, casa e matagal da América Latina, estão estuprando uma menina, adolescente e mulher, nos próximos cinco minutos serão mais dezenas de abusadas, ao meio dia serão centenas e ao pôr do sol, milhares. Destas, a maioria será maltratada, muitas assassinadas em crimes de ódio, algumas desaparecerão e jamais de saberá delas, possivelmente morram nos infernos do tráfico de pessoas; e de outras aparecerão seus corpos desmembrados em qualquer rua, em um saco de lixo ou de batatas. Dessas meninas, adolescentes e mulheres violentadas, centenas ficarão grávidas.…

Continuar leyendo…

“Transgredidas”, testemunhos de sobreviventes da violência de gênero

  Tradução do Eduardo Vasco,  Diário Liberdade Transgredidas é um dos livros que mais me custaram escrever, me doeu, chorei e o senti em carne viva, porque são relatos de testemunhos e histórias de crianças, adolescentes e mulheres que sofreram abuso sexual, seja no caminho de imigração aos Estados Unidos ou vítimas de maus-tratos de pessoas com finalidade de explorá-las sexualmente.

Continuar leyendo…